Arquivo | abril, 2009

Quase sem querer.

23 abr

“Tenho andado distraído
Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso
Só que agora é diferente
Estou tão tranqüilo
E tão contente…”

O ditado popular diz: “o que não tem remédio, remediado está.” E assim nos acostumamos a aceitar todas as ações, tudo aquilo que o “sistema” nos impõe. Se não tem como mudar a direção das coisas, então devemos aceitá-las da melhor forma possível. Isso é certo? Não. Nos sujeitamos a engolir aquilo que desejam que aceitemos, lembremos sempre das letras revoltas e com grande teor de indignação de Renato Russo e a inesquecível Legião Urbana.

Geração Coca-cola com certeza é uma música que incita-nos a não aceitarmos aquilo que nos empurram. Realmente, somos os filhos da revolução. Pode-se observar no decorrer dos anos, hoje nos é dado o direito de falar, nos expressar de acordo com aquilo que pensamos. Expressar-se é um direito, assim como o da vida. As pessoas não são robôs, não devem ser robotizadas.

Desejar ter liberdade, ser feliz e viver em um mundo melhor é tão utópico, que infelizmente tudo isso nos leva a devaneios. Nos transformando em poetas, é triste constatar que esses desejos se tornem cada dia mais distante de nossos olhos, de nossas mãos.

É, Renato Russo nos ensinou a ter opinião, ou melhor nos induziu a tentarmos ser alguém de atitude, alguém que não aceita de qualquer forma as leis. Impor é fácil quando se está no poder…

Anúncios